Qual seu perfil na hora de investir?

Notícias

Loading...

Livros indicados sobre Mercado de Ações

  • Investindo Em Small Caps: Um Roteiro Completo Para Se Tornar Um Investidor De Sucesso - Anderson Lueders
  • Mitos de investimento - Aswath Damodaran
  • O Investidor Inteligente - Benjamin Graham
  • Investindo em Ações no Longo Prazo- Jeremy Siegel
  • Aprenda a Operar no Mercado de Ações- Alexander Elder
  • Pai Rico Pai Pobre- Robert Kiyosaki
  • Os Axiomas de Zurique- Max Gunther

Livros indicados sobre Finanças Pessoais & investimentos

  • Casais inteligentes enriquecem juntos-Gustavo Cerbasi
  • Os Segredos de uma mente milionária - T. Hary Eker
  • Investimentos Inteligentes-Gustavo Cerbasi

terça-feira, 19 de maio de 2009

O que são ativos e passivos? Investir em ativos reais ou financeiros?

Você deve estar se perguntando, o que são ativos? Ativos são bens e direitos que a empresa possui, ou você mesmo possui, numa visão pessoal. Os ativos são dividos em:
  • Ativos Reais
  • Ativos Finaneiros
ATIVOS REAIS

Conheço pessoas que só investem em ativos reais, comprar terrenos para especulação imobiliária, outros constroem casas e ganham com alguel. Alguns compram ouro e há também aqueles que colecionam obras de arte, enfim, preferem ativos reais. Ativos reais são tangíveis.



ATIVOS FINANCEIROS

E também conheço outras pessoas que só investem em ativos financeiros, aplicam em fundos de ações, muitos em ações da Petrobrás e Vale, outros aplicam em títulos públicos, já os conservadores preferem um bom fundo DI, possuem direitos autorais, marcas, enfim, ativos financeiros. Ativos financeiros são intangíveis.



"Quer dizer que para eu acumular riqueza eu devo ter mais ativos?"
Sim, quanto mais ativos você acumular durante sua vida, maior será a sua possibilidade de gerar receitas financeiras através desses ativos. Porém fuja de certos ativos que trazem mais despesas.

"Por que minha escola, meus pais, minha faculdade não ensinam isso?"

É o que disse na primeira postagem desse blog, muitas instituições de ensino não ensinam a criança e o jovem a lidar com o dinheiro, incrível isso aconter em um país capitalista. A cultura do brasileiro é falar apenas da caderneta de poupança. Quem fala sobre dinheiro, investimentos, ações etc é visto como uma pessoa má, desumana, egoísta, e muitos dizem que dinheiro é uma coisa suja, que não traz felicidade, então é por isso que o dinheiro foge dessas pessoas que criticam quem fala sobre educação financeira. Logo, muitas pessoas crescem sem uma educação financeira consolidada e muitos se tornam endividados e infelizes. Se escutassem mais e não criticassem, estariam livres da "bola de neve".

Exemplo hipotético cultural:

Exemplo 1

Mãe: Meu filho, separa todo o dinheiro que sobrou nesse mês e "guarda" na poupança.

Filho: No próximo mês eu faço isso, agora eu vou pra night/balada, e agora eu tenho meu cartão de crédito com um bom limite, ninguém vai me segurar! Mãe, só vive uma vez, temos que aproveitar hoje. Porque a vida é agora! (... só falta dizer o nome da bandeira do cartão de crédito, esse foi dominado pelos comerciais, mais um endividado no futuro se não souber utilizar o crédito consciente)
(CULTURA BRASILEIRA)

Exemplo 2

Mãe: Meu filho, hoje as ações da Google abriram com um bom gap de alta e rompeu a resistência e deu ponto de compra. Por que você não investe mais nesse ativo e saia um pouco dos títulos do tesouro americano. Também não se esqueça de fazer um hedging no mercado futuro e verifique depois o seu saldo do fundo de previdência que a mamãe abriu para você quando você era adolescente.

Filho: Mãe, já fiz isso tudo depois quando cheguei do colégio, agora vou vender limonadas no jardim. Mais tarde vou sair porque já reservei um dinheiro para esse mês no mês passado.
(CULTURA AMERICANA)

Cultura brasileira: caderneta de poupança, uso abusivo do crédito, falta de planejamento, comodismo e falta de educação financeira.

Cultura americana: planejamento, debate familiar sobre finanças & investimentos, fundos de pensão que os pais abrem para os filhos já na adolescência ou até mesmo na fase infantil, empreendedorismo, "sonho americano" que permite a todos ficarem ricos, compra de títulos americanos etc.

Passivos

E agora o que são passivos? Tanto para as empresas quanto para sua vida, passivos são obrigações devidas ou dívidas devidas. Você não paga telefone? Luz? Água. Você recolhe IPTU anual, IPVA etc. Tudo isso são passivos na sua vida. Aquele seu empréstimo com o banco, o colégio das crianças etc. Não esqueça de controlar seus passivos através das planilhas financeiras postadas anteriormente aqui no blog.








Carro é um ativo ou passivo?

Contabilmente falando, veículos são ativos, que estão na classificação Ativo Imobilizado, na conta veículos. Agora, para o autor Robert K. em seu livro, "Pai rico, pai pobre" ele não considera veículos, que não seja para o fim de lucrar com o transporte, um ativo.

A partir do momento que você compra um automóvel, você também deverá pagar por outras contas diretamente relaciondas com seu carro, são elas:

  • combustível
  • seguro
  • IPVA
  • manutenção
  • multas
  • estacionamento
Logo, se você não utilizar o seu carro para lucrar com frete ou conquistar uma licensa de transporte. o seu veículo proporcionará mais despesas para você no longo prazo do que receitas. FATO! E quando você for vender o aeu "ativo" carro estará desvalorizado. Então, não seria melhor ter aplicado o dinheiro para comprar o carro à vista? Ou ter dado uma entrada sinal de compra maior.


Agora vem o questionamento: Eu preciso atender uma NECESSIDADE básica minha, locomoção, então comprarei um carro. Nesse caso é mais sensato a compra de um carro pelo pagamento à vista ou até mesmo financiado. Porque é uma NECESSIDADE e não um DESEJO. Fiquem atentos as taxas mensais do financiamento e demais despesas financeiras, quanto maior o Valor de entrada, melhor, você pagará menos juros no decorrer do seu financiamento.



Se você quer um carro 0km, completo de fábrica, com um design arrojado ou totalmente customizado, com um som potente e seu DESEJO é esse. Meus caros leitores, eu DESEJO boa sorte nessa aventura. Por quê? Simples, se você comprar esse carro, que provavelmente não será um carro popular e será um carro com alto valor agregado, ele custará caro. E você pretende financiar um valor alto, com altas prestações e no final esse carro vai gerar várias despesas e provavelmente quando você vender ele vai estar bem desvalorizado, seria melhor financiar um imóvel, que dependendo do lugar teria a tendência de valorização.


Porém, se você planejar a compra do seu "carro dos sonhos" e utilizar as mesmas prestações hipotéticas que você pagaria em um financiamento e aplicar em um investimento com poucos riscos, que proporcione algum retorno, você vai fazer a lição de casa. Correto! O que quero dizer é que não é impossível ter o carro dos sonhos, mas sem um planejamento para realizar o seu objetivo, suas finanças possivelmente vão estar comprometidas e você ainda corre o risco de ficar totalmente endividado. Porque você vai comprometer o seu fluxo de caixa futuro, preste atenção nas suas garantias de pagamento.




Brasileiros adoram carro, mas o seu companheiro de estradas pode sem querer te levar para o buraco. então, fiquem atentos a todas as despesas inerente ao carro, utilizem as planilhas para controle financeiro postadas anteriormente e gerenciem bem os seus financiamentos.

4 comentários:

  1. Muito útil seu site! Eu me interesso bastante pela "educação econômica" mesmo que eu deteste a matéria de Finanças em si... Também acho que deveria ser matéria de escola!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse post. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  3. legal seu blog.. lerei um dia.

    http://excelentee.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu não sabia disso, acho contabilidade e negócios uma coisa tão complicada e você explica bem, estou passando à entender. Ao menos o que encontrei aqui.
    Vai ser ótimo visitar aqui, sairei da ignorância cômoda que me tomou nesses assuntos.

    Muito obrigada pela dica, estão registradas sim, agradeço mesmo. Não é sempre que encontramos pessoas bacanas que se preocupam.
    Além do mais, mesmo que não fossem, são só contos e no final está provado que são meus, ninguém poderia lucrar no meu lugar, rs...

    Abraços e sucesso neste blog originalíssimo e instrutivo.

    ResponderExcluir